quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

ESTUDO - Raiz de Rebelião (Parte II).

ESTUDO - Raiz de Rebelião (Parte II).

Raiz de Rebelião (Parte II).

A Rebelião Recusa a Autoridade.

1º Recusa a autoridade de Deus. O que é ateísmo? É viver como se Deus não existisse. Há muitas pessoas que não se dizem atéias, mas vivem como se Deus não existisse. Há muitos crentes que vivem nas igrejas como se Deus não existisse, tomam suas decisões, fazem o que querem, vivem como querem isso é ateísmo prático. Não são ateístas teóricos, mas práticos seguem seu próprio caminho não esta reconhecendo a autoridade que Deus tem sobre sua vida A Bíblia diz: Não adulterarás. Se você entra no adultério, você está se insurgindo contra a autoridade de Deus. Não mintas uns aos outros. Se você começa a mentir, estás se insurgindo contra a vontade de Deus. Irai-vos, mas não pequeis, não se ponha o sol sobre a vossa ira. Se você está dormindo em cima da ira, estais se insurgindo contra a autoridade de Deus. Não andeis inquietos. Amai-vos uns aos outros, se você não ama estais se rebelando contra a autoridade que determinou qual é o caminho pela qual deveis seguir.
O Homem através da rebelião torna-se sua própria autoridade. Jesus disse: A minha comida é fazer a vontade do pai que me enviou a fazer a sua obra. "Pai não se faça o que eu quero". Temos vontade própria? Temos, mas seguir o caminho de Deus e abraçar esta vontade do pai como a nossa própria vontade. Talvez você se pergunte: Eu tenho raiz de rebelião? Basta responder: Eu me submeto a palavra de Deus? Claro! Será? Às vezes me submeto numa área em outras não.

2º Recusa a autoridade dos pais. O desrespeito aos pais traz maldição sobre os filhos. Sua rebelião se manifesta em violar a autoridade dos seus pais sobre você. Uma das coisas para os últimos tempos é a rebelião dos filhos contra os pais. Olha que a promessa de vir João em Elias é de converter os corações dos filhos para os pais. Pai e mãe são sagrados. Êxodo 20:12 "Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá.
Tu és muito espiritual no púlpito, tocando na igreja, dirigindo cânticos, pregando, ensinando se rebela contra a autoridade de seus pais estás debaixo de maldições. Deus não vai se impressionar com o seu discurso, para ele o que vai importar é a sua obediência. Ah! Mas eu não concordo com ele. Cale a sua boquinha, saiba se inclinar diante dos clãs, saiba respeitar aqueles que lhe gerou e você estará entrando no caminho da obediência. A disciplina é necessária à maturidade e à segurança. E os pais devem disciplinar os filhos, exigir que sejam obedecidos.
Os pais que não levam as crianças desde pequena a obedecerem a suas ordens, estão contribuindo para que sejam entregues aos demônios. Às vezes, os pais acham que e bonitinho a criança bater os pés no chão e dizer: Não vou fazer! Ou gritando com você ou batendo em você, ali o espírito de rebelião está se manifestando. Cumpri a você disciplinar a criança. A disciplina vai trazer segurança e maturidade.
Efésios 6:1-3 "Filhos, obedecei a vossos pais no Senhor pois isto é justo. Honra a teu pai e a tua mãe ( que é o primeiro mandamento com promessa), para que te vá bem, e sejas de longa vida sobre a terra".
Se o filho obedece aos pais, vai também obedecer a Deus, se o filho se rebela contra os pais, também se rebelará contra Deus. Os jovens ao querer se casar deveriam encontrar 3 concordância para receberem as bênçãos de Deus:
1º Concordância – A de Deus. Que fulano deve ser seu companheiro (a).
2º Concordância – A de seus pais. Pois se não tiver a benção dos pais, terás problemas. Se os pais não concordarem com o casamento terás sérios problemas.
3º Concordância – Precisas encontrar a concordância da liderança da sua Igreja. Se o seu pastor não concorda, se a liderança que vela pela sua alma não concorda, está vendo que as coisas estão fora do trilho. Cuidado!
Muitas vezes esse espírito de rebeldia leva a pessoa a tomar decisões que lhe vem a mente, a não ouvir conselhos, a não ouvir orientações. Se você ouvir a seus pais, estais dentro desse princípio: Filho, obedecei aos vossos pais, no Senhor! Honra aos teus pais. A benção dos pais tem um efeito tremendo sobre seus filhos. O filho que anda sobre as bênçãos de seus pais é bem aventurado. Mas ai daquele que anda debaixo da maldição dos seus pais. Pais mesmo que seus filhos não lhes obedeçam libere a benção, eles vão pagar pelas suas rebeldias.
3º - Recusa a autoridade da sociedade. A rebelião se manifesta em quebrar a autoridade do governo. Existe uma história por ai que brasileiro não respeita leis. Temos que quebrar essa maldição, que sociedade rebelde é esta que não respeita as leis. Se nós observarmos o que acontece com o nosso país: Vem uma diretriz todo mundo quebra, basta ter uma placa proibindo fazer isto atrai todos a não fazer. Quebra das leis a pessoa está revelando raízes de rebelião. Você vai comendo pipocas e acabou, pega o saquinho amassa e joga no chão, logo adiante a placa "Não jogue lixo no chão", são raízes de rebelião, eu vou fazer o que eu quero! Começa na criança a mãe coloca o bolo e diz: Não mexa, a criança mexe.
4º Recusa a autoridade do governo. Romanos 13: 1-3 "Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmo condenação. Porque os magistrados não são para temor quando se faz o bem, e , sim, quando se faz o mal. Queres tu não temer a autoridade? Fazer o bem, e terás louvor dela".
Não há autoridade que não venha de Deus. As autoridades são ministros de Deus, se existem autoridades corrompidas, eu não vou justificar o erro com outro erro o problema é delas. Eu devo agir independente do erro das pessoas. Ter um coração livre da rebeldia, livre de toda rebelião e submissão. O antídoto para a rebelião é a submissão.
Agora essas áreas devem ser tratadas, devo tratar as áreas da autoridade para que eu seja livre da rebelião. Tenho que começar a olhar para as questões práticas. Muitas vezes nós pensamos nos princípios da vida cristã divorciados da vida prática. Ah! Eu sou obediente a Deus. Como provo a minha obediência a Deus? Lá em casa, no trato com os pais, na igreja, no trabalho, no trânsito, na repartição é assim que eu vou provar que estou vivendo realmente de acordo com esses princípios divinos, sofro consequências na minha vida, na minha alma. Aí estão as prisões.
Não haverá uma libertação permanente sem que trabalhemos nessa área, sem que haja mudanças de atitudes. Se não houve mudanças de atitudes, não houve obra permanente dentro de você, daqui alguns dias, vai estar pior do que antes. Se o espírito é expulso e você não preencheu o lugar vazio, teremos problemas pior do que antes. Você passa por várias orações, a partir de amanhã você vai preencher o lugar vazio com a palavra de Deus, renovar a sua mente, começar a trabalhar nas suas atitudes na sua disciplina. Se não fizer isto em pouco tempo as coisas estão na mesma. Amanhã quando fores enfrentar as circunstâncias o diabo vai tentar calar o passado, trazer de volta e se você não tiver uma estrutura vai começar a sentir.
Rebelião contra autoridade resulta em que a pessoa será governada pelo seu próprio corpo. O que se rebela contra autoridade se tornará escravo do seu corpo, da sua carne.
Alguns problema de sexo tem raiz na rebeldia não consegue o domínio sobre a sua carne. A pessoa não aprendeu a obedecer a uma autoridade, a um princípio. A pessoa começa a ser dominada pelo seu corpo, pelos seus instintos e pelos impulsos que lhe vem. A pessoa não reconhece nenhuma autoridade. Parte para o casamento, mas ela não foi habituada a obedecer, dentro do casamento existem padrões e princípios a obedecer e um deles é que um será do outro, se ele não aprendeu a obedecer é governado por impulso amanhã ele é tentado na rua e cai. Onde está a raiz daquele problema? Alguém vai orar tentar expulsar um espírito de adultério, mas o problema dele é mais profundo é uma raiz de rebeldia que está lá dentro e que precisa ser vencido. Temos que descer à raiz, temos que tratar os problemas pela raiz, e quando tratamos da raiz os frutos se lhe seguem.
Vamos ver: Se eu venço as raízes de amargura, eu tenho o perdão; qual a solução das raízes de rejeição? O amor Deus; qual a solução para a raiz de rebeldia? A obediência; qual a solução para a raiz do orgulho? A humildade; qual a solução para os problemas da raiz do ocultismo? A Palavra de Deus. Agora veja, se eu ando com o espírito perdoador, abraçando o amor de Deus, vivendo em obediência, em humildade e seguindo a palavra de Deus serei uma pessoa de alma restaurada.
Frutos da Rebelião.

Exige um trabalho pois habituamos a viver com esses problemas por muito tempo, desde a nossa infância. Sê entregue a carne vai trazer julgamento de Deus sobre a rebelião. A carne hostiliza a Deus, então eu não vou obedecer a minha carne, se eu me rebelar contra a autoridade de Deus manifesta na autoridade de meus pais, na autoridade da igreja, da sociedade, eu estarei seguindo o que? Minha própria carne, meu próprio corpo e o que acontece? Se eu ando de acordo com a carne estarei indo de encontro do próprio Deus, não terei a benção do Altíssimo.
Em Gálatas 5:19 "Ora, as obras da carne são conhecidas, e são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, ciúmes, iras, discórdia, dissensões, facções, invejas, bebedices, glutonarias, e cousas semelhantes e estas..."
As obras da carne são os frutos da rebelião, lembre-se que não vamos somente arrancar os frutos, vamos por o machado na raiz:
1º Prostituição, lascívias e impureza. Essas três coisas falam dos frutos na área do sexo: impureza sexual, sexo desnatural, tudo isso contrário à palavra de Deus, a masturbação, a fornicação, as aberrações sexuais, a prostituição são frutos da rebelião. É desobedecer a um padrão estabelecido por Deus, o namoro indecente, o sexo fora do casamento, o sexo antes do casamento, o sexo com parceiros errado e do modo errado. O diabo vem povoar a sua mente de imagens e leva a sua carne a ser atiçado e termina trazendo condenação a si mesmo.
2º Idolatria e feitiçaria. É colocar outra coisa no lugar de Deus. Idolatria é tudo que ocupa o lugar de Deus, é um ídolo. Feitiçaria é a manipulação da vontade de Deus, do propósito de Deus. É tentar controlar as pessoas, coisas para seu próprio benefício.
3º Inimizade, contendas, ciúmes, iras, facções, partido, dissensões, invejas. São frutos de rebelião. O fruto da rebeldia chamada obras da carne vai desde a feitiçaria, a prostituição, até ser linguarudo, mexeriqueiro e, não só isto, glutonaria e bebedice.

A Rebelião Leva à Feitiçaria.

Feitiçaria é colocar o nosso raciocínio acima da palavra de Deus. Sempre que colocamos o nosso raciocínio, vontade, argumentação, lógica acima da palavra de Deus nós estamos praticando feitiçaria. Feitiçaria é assumir o papel de Deus. Deus é soberano, como assumir o papel de Deus? Quando damos a última palavra. A última palavra pertence a Deus. Por isso as minhas decisões devem ser o resultado das minhas consultas a Deus. E seu eu não faço isso estou seguindo a rebelião, a feitiçaria.
Como a feitiçaria se manifesta:
1º - No desejo de controlar e manipular pessoas. Não tente manipular as pessoas mesmo aqueles que têm autoridade cuidado. A nossa autoridade nos é delegada por Deus e a nossa autoridade se impõe pelo nosso caráter, pela nossa posição não vamos impor a nossa autoridade porque assim estaremos entrando na feitiçaria. Não é querer controlar as pessoas, na igreja como é que disciplinamos? Pela palavra ensinando o caminho, ensinando a palavra mas não vamos tentar manipular as pessoas damos a direção. Se você tem o espírito controlador, você está entrando na área da feitiçaria.
2º - A feitiçaria se manifesta pelo desejo de vingar-se pela prática do mal, com oração feiticeira. Você começa a orar: Senhor, que fulano não prospere. Por exemplo, você pai seu filho se casou com alguém que você não quer. Senhor, que esse casamento não dê certo! E cheguem a reconhecer que eu tinha razão. Os dois casados e os pais orando pelo dito casamento, isto é oração feiticeira. Ou você não concorda com o ponto de vista de um outro e fica orando por ele: “que esse ministério não dê certo”. Isto é feitiçaria. O desejo de vingança, esse ladrão roubou meu carro, que tenha um acidente e morra nele. Isto é oração feiticeira.
Muitas vezes, aquilo que as pessoas estão dizendo reflete as experiências que elas têm naquela altura. Odeio com ódio consumado, são meus inimigos de fato. Mas nós vamos aprender amar os perdidos amar os inimigos, perdoar os inimigos. Aquele que anda com o coração obediente livre de rebelião, tem um coração que se elastece com o amor de Deus, e será capaz de estender o seu perdão a todos aqueles que lhes tem ofendido.
3º A feitiçaria se manifesta no desejo de alcançar poder. Isto é feitiçaria você manipula as coisas, as pessoas para alcançar posição, para alcançar poder. A feitiçaria é insubordinação porque de repente a pessoa se torna sua própria autoridade e tem ambição de ter poder dominante. E ai onde está a raiz de tudo. Eu quero ser independente, quero determinar as coisas. Tudo isso é fruto de rebelião. E as manifestações virão em todo o nosso relacionamento.

A Rebelião e a Rejeição Produzem Esquizofrenia.

A rebelião e a rejeição são duas raízes que produzem esquizofrenia na personalidade. O que é esquizofrenia? Talvez você pense naqueles loucos de hospital, não aquele é um estágio muito avançado. A palavra ESQUILIM, significa "partir" e FREM "mente", é uma pessoa de dupla personalidade de mente dividida. Por exemplo: Uma pessoa na Igreja é tão santinha, lá em casa é uma jararaca, está revelando esquizofrenia. Hoje lá em cima, amanhã esta lá em baixo vai de um extremo a outro extremo. Como isso aconteceu? As raízes de rejeição levam a pessoa a se voltar para dentro de si. As raízes de rebelião levam a pessoa a sair de si. E de repente começa haver problemas interiormente e exteriormente e a personalidade dessa pessoa é dividida.
Os problemas interiores: Solidão, timidez, acanhamento, fantasia, auto-compaixão, lascívia, auto-imagem negativa, auto-rejeição, insegurança, auto-ódio, medo de rejeição, ciúme, inveja, depressão, suicídio tudo isso é o mundo interno da alma provocado pelas raízes de rejeição.
Agora a rebelião ou rebeldia, instaladas dentro dele, provocam problemas exteriores: O ódio, violência, agressão, explosão temperamental, amargura, falta de perdão controle, possessão em relação às pessoas, auto-engano e perversão. Ai está uma pessoa realmente com problema sério ela se fecha como de repente grita, ela pode estar totalmente calada, tímida, isolada, como pode partir para uma agressão. São duas raízes profundas, então quando você vê uma pessoa assim, vá lá no fundo. Glórias a Deus que temos recursos. Para que tratemos desses problemas temos que descer as raízes.
Eu não quero ser rebelde, quero ser obediente, dócil, submisso, Quando você diz: eu quero, Deus se coloca na posição de lhe ajudar. Qualquer raiz para ser arrancada é só por o machado, tem que se arrepender, não há substituto para o arrependimento. Tem que se arrepender por ter conservado a rebeldia no seu coração e por ter dado lugar ao diabo. Todos nós temos área de rebeldia, confesse ao Senhor, pois sua última confissão cancela a primeira.
Pastor Carlos Alberto Alves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário